Existe bronzeamento artificial seguro?

Verão é sinônimo de sol, calor, piscina e praia. A estação mais quente do ano também nos remete ao desejo de uma pele bronzeada, “da cor do verão”. Para isso, algumas pessoas recorrem aos procedimentos de bronzeamento artificial, que reproduzem o efeito do sol na pele, deixando-a mais morena, mesmo sem a exposição ao sol. Mas será que eles são seguros?

Dentre as opções existentes no mercado, os autobronzeadores, o bronzeamento a jato e as pílulas de bronzeamento não apresentam riscos quando utilizados corretamente. Por outro lado, as câmaras de bronzeamento são comprovadamente cancerígenas e, atualmente, seu uso é proibido no Brasil. Vamos ver com mais detalhes cada um dos procedimentos:

Câmaras de bronzeamento

Com a promessa de deixar a pele morena em poucas horas, as câmaras de bronzeamento eram o método mais popular no passado. Funcionavam através da emissão direta principalmente de raios UVA sobre a pele por curtos períodos. Devido ao seu comprovado potencial cancerígeno – aumentam em 50% o risco de desenvolver melanoma, seu uso foi proibido para fins estéticos no Brasil a partir de 2009.

camara3

Autobronzeadores

Os autobronzeadores são cremes que tingem a camada superficial da pele através da pigmentação da queratina, sem prejudicar a saúde. Os resultados podem ser observados cerca de 6 horas após a sua aplicação. No entanto, deve-se sempre testar o produto antes da aplicação em todo o corpo devido ao risco de alergias.

Bronzeamento a jato

O bronzeamento a jato é realizado através da aplicação de DHA (dihidroxiacetona) sobre a pele, utilizando-se uma pistola com ar comprimido. O efeito bronzeado dura em média uma semana. Este método é seguro e aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Não é recomendado para gestantes ou pessoas que estejam com ferimentos na pele.

Pílulas

São compostos de licopeno, vitaminas C e E, betacaroteno, extrato de cacau e urucum. A combinação destas substâncias, em concentrações adequadas, estimulam a produção de melanina e preparam a pele para um bronzeado mais duradouro. Apesar de seguras, necessitam de exposição ao sol para produzirem efeito, o que naturalmente leva ao risco de desenvolvimento de câncer de pele.

Aproveite o verão, mas não esqueça que a exposição excessiva ao sol causa envelhecimento precoce e é fator de risco para o câncer de pele – que é o tipo mais frequente de câncer no Brasil

Dicas para um verão saudável:

  • Evite exposição solar entre 10h e 15h;
  • Sempre use filtro solar com fator protetor mínimo de 30 e que seja eficaz contra radiação UVA e UVB, reaplicando a cada 2 horas;
  • Use proteção física – chapéu, boné, camiseta e óculos de sol;
  • Hidrate-se bebendo líquidos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s